A minoria do controle

Não quero controlar tudo, longe disso. Não quero nem saber de tudo (isso aqui pra mim é hospício: http://grooveshark.com/s/Sa+de+II/3Di7rx?src=5 ). Mas quero, eu queria, eu gostaria, de uma minoria do controle.

Claro que a ansiedade manda ni mim, haja vista à postagem anterior. Ou ‘a moça manda em mim’; pfff, dá mais ou menos na mesma, pois é OUTRA COISA, OUTRO ALGUÉM quem manda. Coisas da vida. E, sim, o mundo é grande e o mundo é forte e ele bate ni mim. Bate em todo mundo.

Mas, MAS (apenas “mas”)… Na real, tvz, TALVEZ, apenas talvez, o mundo, a ansiedade, não me soque porrada o tempo todo. E tvz, apenas tvz, eu tenha nascido c/ um ‘pObRema’, uma característica, um jeito, tvz nobre: não sou ambicioso. Pelo menos não mto.

Então, creio q podemos tentar um bem bolado: eu me contento c/ a minoria do controle. E o mundo, a ansiedade, a natureza, a moça, se contenta em mandar ni mim na maioria do tempo. APENAS na maioria…

Temos um acordo, deus?

Anúncios

Um comentário sobre “A minoria do controle

  1. Tiago Costa (via MSN, ehehe): eu acho, simplesmente acho, que talvez, apenas talvez, vc às vezes gaste muito tempo e esforço teorizando coisas já suficientemente teorizadas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s