Minha crítica do show da Legião Reloaded

O Bonfá sempre foi e sempre será o escroto da banda (e olha que o Russo não era mau competidor, longe disso). O sobrinho-neto do Villa-Lobos sempre foi e sempre será bom músico. O Moura sempre foi e sempre será um ator massa, mas q de vez em qdo (de vez em sempre) se mete em furada.

Três guitarras (ou duas + um violão) = exagero.

Andy Gill, Catatau, Bi Ribeiro etc. e tal =~ mimimi.

(E, por que, pelo amor de Tupã, não chamaram pra cantar o cara do Catedral, o Jerry Adriani ou o André Gonzáles do Móveis? Por quê? Ah, e já que chamaram (leia-se, pagaram, e pagaram bem) para o Gilll, poderiam ter pagado para o cara do The National, não?)

Mas o mais legal era o palco mesmo: simplão, chão preto, atrás dos músicos tinha tipo um semi círculo de colunas que mudavam de cores (e, por serem vazadas, permitiam luz de trás delas chegar aos músicos; e dava para as câmeras filmarem girando em travelling). Além disso também tinha uma tela de led/sei-lá-o-quê no teto. Bem massa, dava um efeito legal filmando debaixo para cima na frente do palco. Ficou bonito de se ver no vídil. Ou mais bonito ainda de se ver pra quem conseguiu se esmagar na grade.

Fim

Ps. Há basicamente dois jeitos de se ganhar/fazer $: o jeito normal e o jeito porco. Jeito normal =~ trabalho, talento, bons produtos, divulgação certa, padrinhos, sorte etc. e tal; jeito porco =~ “maximizar lucros”. Tem gente imbecil que fica pregando aos quatro ventos que não basta apenas entregar um bom produto e ganhar $, há um outro jeito ‘revolucionário’: pode-se piorar o produto (e/ou a entrega/serviço) para se maximizar lucros. Tomá no cu, né? Não basta se contentar em ser bom, ser reconhecido e ser remunerado com isso? Pois o resto é pura ganância, é cagar no mijo. (Entenda-se: estou falando de chamar o Wagner Moura pra cantar, só porque ele é famosinho/carismático e iria chamar mais público. Porra é a LEGIÃO URBANA, banda fodástica dos anos 1980, iria ter público de qualquer jeito. Contudo, a culpa não é do Moura, é dos produtores, claro.)

Anúncios

Um comentário sobre “Minha crítica do show da Legião Reloaded

  1. sem dúvida tinha gente mais qualificada pra cantar no lugar dele, esse show no final foi um mix de tributo histórico com jam de brincadeira… o resultado final até que foi muito bom

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s