Parte II – Cuidado: alienígenas paulista(no)s invadem o RJ! (ou “O meu Rio de Janeiro”)

Oi Lu, olá PR,
É com grande prazer que apresento duas pessoas amigas e queridas, que agora vão viver na mesma terra.
Tá certo q é uma maldade minha se referir a Lu como “alienígena paulistana” (PR, é “Lu” de Luciana, mas acho q pode chamá-la de Lu mesmo. Pode, Lu?). Ela já conhece a cidade, já visitou algumas vezes, tem família aí, e, mais importante, gosta dessa terra. E ela até está me desejando azar no concurso público p/ a Imprensa Oficial do Serra p/ eu me juntar a vcs.
Então, vamos ao q interessa: PR, vc é o caiçara, ela é a Jane, então sejE um bom cicerone da moça.
Lu, tal qual vc, uma jornalista séria, o PR é um cara extremamente sério. A ver pelas credenciais dele, duplamente mais sério q vc: é formado em Matemática pela Unicamp, cursa uma segunda graduação em Informática (ou “Coisos de Sistema”) na Unirio e trabalha na Petro. Mas toda essa sisudez cai por terra qdo vc conhecê-lo. Trata-se de um sujeito carioca (precisa dizer mais?). Gente fina pacas, ponta firme, de uma serenidade e traquilidade de dar inveja ao Dalai Lama, grande cinéfilo, bom de bola, curte uns sambas e músicas brasileiras boas, mas tb aprecia uma guitarra.
PR, a moça é bonita, de riso fácil e gostoso de ouvir (ou pelo menos ela é simpática e ri por respeito das besteiras q eu falo), estudou comigo na Cásper, foi comigo e a Ju (namorada do PR) ao show do Beirut em SP. Trabalhava numa revista de economia e agora vai p/ a France Presse (http://www.afp.com/afpcom/pt). Tão cinéfila, mas tão cinéfila, mas tão cinéflia (vou repetir mais uma vez), mas tão cinéfila, que até desanima de convidá-la p/ ver um filme: invariavelmente a resposta será “já vi esse”. Curte música boa tb (mas ela dá preferência a guitarras).
Agora o miolo do rocambole: gostaria de sugerir alguns lugares p/ vc levar a moça (mas Lu, manere, não abusa da boa vontade do rapaz, q, como visto, ele é ocupado e tem compromissos inadiáveis, como jogar bola às quartas):
– Em síntese, Lu, Botafogo, onde o PR mora, é o bairro (acho) q vc vai gostar de morar/frequentar. É algo como a Augusta, os mudernos/alternativoides/indies circulam por lá:
– (subitens de Botafogo): Espaço Unibanco: tem dois, um de rua, na Voluntários da Pátria (tem umas três salas, só q é um cadim mais barato); outro, Unibanco Arteplex, embaixo do prédio do PR (literalmente embaixo, um cadim mais caro).
Cine Estação. Do outro lado da rua do Unibanco, devem ser concorrentes mortais, pois tb passa uns filmes massa. Lá dentro tem uma videolocadora q tem uns títulos bons (Lu, leve um comprovante de residência e faça ficha lá)
A Maldita. Barzinho legalzinho, ali do lado. Uma vez, PR e eu vimos a Simone Espaladore lá (mas isso é caipirice minha, é uma coisa normal ver globais pelas ruas no RJ)
Bukowski. Um bar/balada q eu não fui, mas Ju falou q era bacanudo.
Cobal. Um sacolão (sério, um daqueles hortifrúti) q tem uns bares/restaurantes ao redor. Nos fundos, num espaço do estacionamento, ao ar livre, a gente bebe e fuma (ou fumava, pois Cabral/Paes estão numas de copiar o Serra).
– (subitem da Cobal) Cavideo. Lu, lembra do comprovante de residência p/ vc fazer ficha na locadora? Leve-o até a Cobal e saia feliz de dentro desse lugar c/ um filme obscuro do Jodorowsky ou o primeiro filme do Leon Hirszman, q nem a família dele tem uma cópia. Simplesmente a melhor videolocadora q eu já vi. Mas, Lu, corra, pois se a Polícia Federal baixar lá, até a 13a. geração dos descendentes dos donos daquele lugar devem pagar multas, de tanta coisa suspeita q tem lá. Tem mta coisa importada, mta coisa q deve ter vindo da internet, o acervo é de chorar, eu duvido q algum MIS tenha mais coisas q eles.
(Acho q encerrei Botafogo; tem o Canecão tb, caso vcs curtam shows do Jorge Vercilo…)
Mas o RJ foi capital, então tem mta coisa no Centro:
Cine Odeon, na Cinelândia (e a Cinelândia inteira). Casa clássica, recebe as pré-estreias glamourosas e é a sede do Festival do Rio.
– Praticamente do outro lado do pequeno largo em frente do Odeon fica a Biblioteca Nacional, lugar meio caído, mas de importância ímpar na história livresca do Brasil (ok, só eu gosto dessas coisas…)
– Mas se vcs quiserem conhecer um lugar bonito pacas (bonito p/ caralho mesmo mesmo) q tem livros, vão ao Real Gabinete Português de Leitura.
Confeitaria Colombo (q eu nunca fui, mas é famosa…)
Livraria da Travessa (q eu tb, vergonhosamente, não conheço…)
– Tem um bar q eu não lembro bem o nome, nem lembro a rua, acho q chama-se São Luís (ou a rua chama-se São Luís), q é lindo; tipo o Bar Brahma do RJ, caro, mas classudo, meio aristocracia decadente, sabe?
– (subitem do Cento): Lapa. Bem, a Lapa é a Lapa. Vcs hão de ir várias vezes p/ lá, tem baladas, bares, beco do beque, Circo Voador, Fundição Progresso… e o mais legal, muita gente cirandando pelas ruas.
– (sub sub item) Lá na Lapa tem tb um bondinho q vai p/ Sta. Teresa, q passa por cima dos Arcos (é incrível a inventividade brasileira, os arcos foram construídos p/ ser um aqueduto, virou trenzinho suspenso…). Sta. Teresa parece q é um bairro massa, mas eu conheço pouco, tvz o PR saiba de algum lugar legal por lá.
Outros lugares:
Ipanema. A praia é legal, me parece menos suja q Copacabana. Mas tudo por aquelas bandas é meio caro, tem um par de bares/baladas/boates, mas, sinceramente, não me interesso mto. Ah, tem uma outra Livraria da Travessa, chique.
Copa. Tem umas baladas mezzo indies, mas tb não conheço mto (PR, a Bunker ainda existe?).
(Finalmente. Acabei, juro, prometo)
Urca. Parece q o Casino é bonito, MAS é onde q fica o um campus mais antigo da UFRJ, a antiga Universidade do Brasil, o lugar do RJ q eu mais namoro (depois da BN), quero fazer mestrado lá (vamos ver se rola). Lu, é na Urca q fica a Eco, Escola de Comunicação, tvz dê uma olhada se vc estiver pensando em mestrado. Dividindo o prédio meio caído, gramas por cortas, paredes por pintar, pisos e portas de madeiras precisando de lixas e vernizes, fica o IE, Instituto de Economia, onde eu conversei c/ um professor especialista em economia do entretenimento/comunicação (e ele gostou da minha ideia para o mestrado).
***
Divirtam-se. Comportem-se (se acharem q vcs devem se comportar). Aguardem-me (ou me hospedem qdo eu for visitá-los).
Beijos/abraços,
BC
Ps. Abaixo, seguem PR (e Ju) e Lu (à esquerda).
Que casal mais bunitinho!

A sua mãe/pai estava apontando p/ vcs uma máquina fotográfica ou uma arma?
Anúncios

Um comentário sobre “Parte II – Cuidado: alienígenas paulista(no)s invadem o RJ! (ou “O meu Rio de Janeiro”)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s