Cuidado: alienígenas paulista(no)s invadem o RJ!

Eu sou caipira. Sou joseense, natural de São José dos Campos, filho de uma guaianasense, de Guaianás (não confundir com Guaianases, cafundó da Zona Leste de SP), distrito de Pederneiras, cidade minúscula perto de Jaú, município pequeno próximo a Bauru. Na real, o gentílico dela seria “pederneirense”, mas como se trata de uma senhora respeitável (e velhinha), na época o cartório local a registrou como “guaianasense” mesmo, embora esse fim de mundo nunca tenha sido uma comarca independente. Meu pai é de Lorena, mas quando ele nasceu meus avós moravam em Areias, depois se mudaram pra Cachoeira Paulista, depois pra Lorena de novo. Essa é a parte mais interessante. Em Taubaté e nas cercanias (leia-se, aqui no Vale do rio Paraíba), região de Monteiro Lobato, é onde vivem os caboclos que foram capturados pelo autor, pelo menos em parte, para a personagem do Jeca Tatu. A terra do Jeca Tatu é a minha terra. SJCity hoje é uma cidadela metida a importante (tem Embraer e 24 salas do Cinemark, distribuídas em três shoppings), mas há pouquíssimo tempo isso aqui era Cabrobró do Leste. Até hoje é a segunda região mais pobre do estado de SP, só perde para o Vale do Ribeira.
Como bom caipira que sou (e como diria Lou Reed ao lado de John Cale em “Small Town” http://www.youtube.com/watch?v=O6L0UD_zn4A), meus anseios sempre foram apontados para fora daqui. Ainda bem que, ficando velho (e careca), estou começando a inverter meus pontos vista: estou pensando em “trazer coisas da capital” para o interior, como um micro esforço bandeirante. O máximo que pode acontecer é eu descobrir que por aqui não há público algum para os filmes e músicas que eu gosto. Mas retornando à minha linda de raciocínio, para sair daqui, em 2002, pensei em dois destinos possíveis: SP, mais próximo (96 km segundo a passagem de ônibus), ou RJ, mais longe, mas nem tanto, uns 350 km, porém muito mais idílico. Não passei no vestibular no RJ.
Oito anos depois, sendo sete deles vividos em SP, estou finalmente pensando em direção ao RJ. SP está em franca e óbvia decadência (“o pior cego é aquele que não quer ver”), batendo cabeça com o governo federal, este que está empurrado o Brasil (e, principalmente, suas províncias aliadas) pra frente. E nesse processo tive a grata surpresa de saber que uma amiga (que fala menos e faz mais do que eu) se antecipou e já está lá.
Então, como bom caipira, praticamente um cumpádi do interior, me voluntariei a ser “cupido fraternal” entre a Lu e o PR (inicias de Paulo Roberto, ou Beto; acho que sou o único que o chamo pelos dois nomes), grande amigo há uns 12 anos, nascido na terra da Guanabara, mas que dividiu esse “antro de engenheiros e Cinemarks” comigo desde os quatro anos (eu o conheço desde os 13 ou 14, de pronto nos tornamos bons amigos). Depois de formado, PR, assim como eu, voltou a casa dos pais. Acontece que ele tem a sorte de os pais morarem numa cidade incrível. A Lu está saindo pela primeira vez do lar, tá vendo como as moças são mais espertas?
Depois de uma “breve” introdução de 3,3 mil toques, segue abaixo uma outra postagem com o e-mail de apresentação que mandei a ambos (levemente editado, fiquem tranquilos, para preservar a integridade moral dos retratados e a integridade física deste escriba, vai saber…). É uma breve compilação dos meus destinos favoritos no RJ, mais ou menos um roteiro que sigo quase todas as vezes que vou pra lá.
Anúncios

2 comentários sobre “Cuidado: alienígenas paulista(no)s invadem o RJ!

  1. São Paulo em decadência??
    que pena… tem tanta coisa boa lá…

    tem gente que só pensa em desertar pras “províncias aliadas”…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s